Envelhecimento Saudável: o que o Brasil pode aprender com a Holanda?

Se ao ouvir falar sobre a Holanda você ainda pensa em tulipas, queijo e coffee shop, você precisa se atualizar sobre esse país que é um dos mais inovadores do planeta.

Não é de hoje que a Holanda vêm se destacando como protagonista em contribuições para o bem comum da humanidade. O país está entre os 5 países com melhor sistema de ensino superior do mundo, ocupa o sétimo lugar no ranking de país mais feliz do globo, tem uma política ambiental de dar inveja, respeita as diferenças e já está se preparando para vender apenas carros elétricos em 10 anos. É claro que em relação à iniciativas para a longevidade não seria diferente.

Fundação FHC promoveu, no último dia 17 de maio, um encontro com Bas van den Dungen, Vice-Ministro de Saúde do Ministério de Saúde, Bem-Estar e Esporte da Holanda; Alexandre Kalache, que dispensa introduções; e Sérgio Fausto, superintendente da casa. Lá, tivemos a maravilhosa oportunidade de escutar e aprender, com Bas, o que o país vem fazendo em políticas públicas para ser considerada pela sexta vez, o melhor sistema de gestão de saúde do continente europeu.

 

Vou destacar aqui o que mais me chamou atenção:

Personalização do cuidado

Ao invés de criar iniciativa para todos, que acaba mais excluindo do que incluindo, na Holanda, eles perguntam ao idoso o que importa e faz sentido para ele, de acordo com suas necessidades e desejos. Ele quer ficar em casa? Quer ir para um Centro-Dia? Quer ir para uma Casa de Longa Permanência? A escolha é dele e o cuidado se adapta a sua realidade.

O retorno do médico/cuidador da família

Lá, Casas de Longa Permanência, são raríssimas. Em pesquisa, eles descobriram que é muito mais saudável para o idoso ficar na sua própria casa e perto da sua família, sua rede de proteção mais próxima. Para diminuir os gastos com transporte desse idoso para os hospitais para fazerem exames de rotina e também reduzir os problemas causados com essa locomoção para alguns, a Holanda está investindo em cuidadores da família, que ficam próximos às casas, responsáveis por bairros. Eles ainda promovem a figura do Cuidador Informal, que pode ser alguém da família responsável por esse idoso e que é pago pelo governo pelo seu trabalho.

Tecnologia

nada de corridas de ambulância dramáticas, hoje as casas de idosos na Holanda estão sendo equipadas com sensores para que os cuidadores “dos bairros” estejam de olho em sua saúde e que os socorram em instantes, quando perceberem alguma alteração indesejada.

Sustentabilidade Financeira

E no fim, nada disso seria possível sem a Sustentabilidade Financeira dessas iniciativas. E você sabe como eles conseguem fazer tudo isso? Pasmem, 30% da receita nacional da Holanda vai para esses projetos!

“Longevidade combina com solidariedade”,
disse o Vice-Ministro.

E não é que ele está certo mesmo? Só com ela conseguiremos desenvolver no nosso país a Cultura do Cuidado e começar a olhar os nossos queridos sêniores com o respeito e admiração merecidos.

Depois de aprender tanto com a Holanda, nós do Hype60+ queremos propor uma ideia maluca:

Empresas, marcas, iniciativas, galera toda, que tal nos juntarmos e fazermos algo a respeito do envelhecimento saudável no Brasil?


Também publicado no Medium. Siga-nos!

mm

Layla Vallias

Fundadora da Helga, empresa de estratégia digital e desenvolvimento de produto para PMEs e cofundadora do Hype60+. Mercadóloga de formação com especialização em Marketing Digital pela Universidade de Nova York, e Diretora de Marketing do Aging2.0 Chapter São Paulo. Já empreendeu no setor de logística internacional durante cinco anos e depois resolveu começar tudo de novo para entender de gente. Trabalhou com pesquisa de mercado no Grupo Abril e, na Endeavor Brasil, ajudou a criar uma comunidade peer-to-peer com mais de 350 empreendedores. A vontade de criar uma solução para a longevidade já era antiga e, quando conheceu pessoas que compartilhavam do mesmo propósito, não pensou duas vezes. Tem o sonho grande de ver o Brasil um país mais inclusivo e mais justo para os maduros e a missão de fazer isso se tornar realidade. No Hype60+ atua nas áreas de Produto & Estratégia Digital.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.