Inscrições abertas para a 1ª Chamada de Negócios da Longevidade no Brasil

Inscrições abertas para a 1a  Chamada de Negócios da Longevidade

A iniciativa, realizada pela organização global Aging2.0, vai apresentar um panorama das startups do ecossistema da longevidade no Brasil com soluções inovadoras para os 60+.

A organização global Aging2.0 sediada em São Francisco, está atenta ao ecossistema  brasileiro e lança a 1º Chamada de Negócios da Longevidade em parceria com o Hype60+, núcleo de inteligência de marketing especializado no público sênior e a Ativen, única mentoria nacional focada exclusivamente em projetos destinados à terceira idade.  Negócios de impacto no setor podem se inscrever até o dia 19 de fevereiro pela plataforma da Pipe Social pelo link: http://bit.ly/chamada-agingsp 

A Chamada vai revelar quais os negócios voltados para o público sênior são mais atraentes para investidores e aceleradoras, e ainda ajudar a aproximar e fomentar o ecossistema da longevidade no Brasil. Será um mapeamento inédito das startups com soluções inovadoras em saúde, bem estar, segurança, autonomia, moradia, geração de renda e inclusão para os 60+. Dentre os participantes, serão selecionadas três empresas que irão receber mentorias com grandes nomes do empreendedorismo brasileiro. O Aging2.0, fundado no Vale do Silício, nos Estados Unidos, está presente em mais de 20 países e já impactou mais de 15 mil pessoas que estão desenvolvendo e pensando em soluções para o envelhecimento.

Os 60+ já respondem por mais de 10% do Brasil – quase 30 milhões de pessoas, mais do que a população do Chile e do Uruguai juntos – e são responsáveis por 16% do consumo no país, de acordo com dados mais recentes do IBGE. Os seniores são a faixa que mais aumenta na pirâmide etária, e, cada vez mais,  relevantes impulsionadores da economia. Do total de domicílios do país, 38% são lares com pessoas acima de 50 anos, responsáveis por 40% das aquisições de bens de grande consumo, aponta pesquisa da Nielsen.

De acordo com o especialista Alexandre Kalache, presidente do International Longevity Center (ILC), enquanto a França levou mais de um século para ver sua população acima dos 60 anos dobrar de 7% para 14%, o Brasil precisará de apenas 19 anos para atingir esse mesmo número. Hoje mais de 85% do público 60+ tem vida ativa, controlando as próprias finanças e tomando decisões na hora da compra.

Diante desse cenário, os negócios dedicados a aumentar o bem-estar da população idosa têm alto potencial de prosperar. Novas oportunidades se abrem para empreendedores que oferecem produtos e serviços destinados a melhorar a qualidade de vida dessas pessoas.

Para participar, basta cadastrar a empresa ou startup no link: http://bit.ly/chamada-agingsp


Também publicado no Medium. Siga-nos!

mm

Layla Vallias

Fundadora da Helga, empresa de estratégia digital e desenvolvimento de produto para PMEs e cofundadora do Hype60+. Mercadóloga de formação com especialização em Marketing Digital pela Universidade de Nova York, e Diretora de Marketing do Aging2.0 Chapter São Paulo. Já empreendeu no setor de logística internacional durante cinco anos e depois resolveu começar tudo de novo para entender de gente. Trabalhou com pesquisa de mercado no Grupo Abril e, na Endeavor Brasil, ajudou a criar uma comunidade peer-to-peer com mais de 350 empreendedores. A vontade de criar uma solução para a longevidade já era antiga e, quando conheceu pessoas que compartilhavam do mesmo propósito, não pensou duas vezes. Tem o sonho grande de ver o Brasil um país mais inclusivo e mais justo para os maduros e a missão de fazer isso se tornar realidade. No Hype60+ atua nas áreas de Produto & Estratégia Digital.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.